A descoberta que fez toda diferença no mundo

Existem diversas teorias de como se deu o surgimento do petróleo. A mais aceita é aquela que discorre que o óleo surgiu de restos orgânicos de animais e vegetais, depositados no fundo de lagos e mares, e passando por transformações químicas tornou-se o famoso produto que sustenta a economia mundial.

Há cerca de seis mil anos, o petróleo já era utilizado nos jardins suspensos da Babilônia e como arma nos exércitos bizantinos. Mas, o primeiro poço, de segmento hoje conhecido, foi descoberto no ano de 1859, nos Estados Unidos, na Pensilvânia, por Edwin Drake, em uma pequena região de profundidade. Coronel Drake, como era conhecido, foi o primeiro produtor de petróleo a criar uma técnica para a retirada do óleo do subsolo.

No Brasil, a primeira pesquisa sobre o petróleo foi realizada entre os anos de 1892-1896, em São Paulo, por Eugênio Ferreira de Camargo. Apenas na década de 40, que ocorreu a perfuração do primeiro poço de petróleo no bairro de Lobato, em Salvador, descoberto por Oscar Cordeiro e Manoel Ignácio Bastos. Após a descoberta, nos anos 60, foi lançada a campanha “O Petróleo é Nosso” na tentativa de impedir a entrega do patrimônio nacional para empresas estrangeiras, que vinham a “proposta” de estudar a existência do petróleo.

Atualmente, o petróleo é encontrado em mais proporções nas regiões do Oriente Médio, do continente asiático. A área possui o maior número de poços do óleo no mundo e os maiores produtores mundiais são os Estados Unidos, Rússia, Irã, Arábia Saudita, Venezuela, Kuwait, Líbia, Iraque, Nigéria e Canadá, maioria pertence a Opep – Organização dos Países Produtores de Petróleo, que controlam o mercado mundial.

Mantenha-se informado sobre o mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Acesse o portal Panorama offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta