Aeroporto de Macaé tem perdido oportunidades de negócios

Empreendimento que deveria ser símbolo da retomada do setor de óleo e gás do município de Macaé, o aeroporto da cidade, tem surtido efeito contrário. Sem voos comerciais desde 2015, devido à falta de condições de pouso e decolagens, o Aeroporto de Macaé tem perdido oportunidades de oferecer translados às petroleiras e prestadores de serviço, que se veem obrigadas a trocar o avião pelo ônibus para transportar seus executivos. e reduzindo assim a produtividade.

A falta de investimentos afeta também a contratação de profissionais, visto que o aumento da demanda de pessoas exige transporte adequado e, na atual conjuntura, o trânsito de mão de obra pelo aeroporto está inviável. Com a falta de recursos da Infraero, o governo vê a privatização como solução para o impasse, no entanto, a briga política entre o Rio de Janeiro e Espírito Santo põe em risco a licitação.

O governo federal pretende leiloar o aeroporto de Macaé e o de Vitória/ES juntos. A licitação em blocos faz parte de uma estratégia que busca agrupar terminais por vocação de negócios e mesclar superavitários e deficitários em um só “pacote”.  Desta forma, o melhor lance garante dois aeroportos.

O governo do Espírito Santo questiona o modelo do leilão alegando que o valor recebido pelo Estado será menor do que se os terminais fossem leiloados separadamente, visto que o aeroporto capixaba foi recém-reformado e o de Macaé é deficitário e antigo.

Já o governo fluminense é a favor da licitação conjunta, pois vê nela um caminho para dinamizar as obras e fazer deslanchar o aeroporto. Segundo estimativas, ao longo de 30 anos de concessão devem ser injetados no terminal cerca de R$ 324 milhões, sendo algumas demandas imediatas, como a construção de uma nova pista. Uma chance de “ouro” para reerguer o deficitário aeroporto. Esse cabo de guerra deve ser definido em breve pelo governo federal.

Fique por dentro de tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energia, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Acesse o portal da Panorama Offshore e lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *