Alta do petróleo estimula empresas a investirem no Brasil

Desde 2014, quando o preço da commodity começou a cair, os poços brasileiros tiveram uma queda grande de investimentos de empresas estrangeiras. Contudo, com a atual valorização do petróleo no mundo, algumas multinacionais como a francesa Total, a norueguesa Statoil e australiana Karoon anunciaram que tem planos de voltar as explorar o mar do Brasil.

Segundo informações noticiadas no tabloide Valor Econômico, a partir deste ano a companhia Total deverá investir US$ 300 milhões de dólares no primeiro ciclo exploratório em águas ultra profundas da Bacia do Foz do Amazonas, na costa do Amapá. Até 2020, a empresa prevê a perfuração de nove poços na região. Quanto a Statoil, a empresa informou que começará a perfurar a costa capixaba, onde obteve a concessão de quatro blocos arrematados na 11º Rodada de Licitações da ANP.

Já australiana Karoon, as pretensões são de abrir dois poços na camada pós-sal da Bacia de Santos, com a intenção de avaliar melhor a descoberta de óleo no Echidna-1, no bloco S-M-1102. Ainda de acordo com o Valor, o fato do preço do barril estar acima de US$ 50 está estimulando as petroleiras ao retorno de seus investimentos nos mares brasileiros. O que, de fato, é uma excelente notícia para o petróleo nacional e ótima oportunidade de vagas de empregos profissionais brasileiros.



Deixe uma resposta