Apesar de ocupar a 94ª posição, Brasil tem a gasolina mais cara

Em levantamento feito pela consultoria GlobalPetrolPrices, o Brasil ocupa o 94º lugar em ranking que compara o preço do combustível de 165 países. Apesar de não ser a gasolina mais cara do mundo, ainda assim o brasileiro é o que mais sente no bolso. Esse fato se deve a análise feita entre preço e poder de compra da população brasileira.

A lista é liderada por Hong Kong, Islândia e Noruega, onde o litro do combustível custa mais de R$ 8. Ainda que o preço seja elevado, na Noruega, por exemplo, encher um tanque com 40 litros de gasolina, que equivale a R$ 336, corresponde 1,6% do salário médio do país, que é de R$ 20.533,00. Já no Brasil, a mesma quantidade de combustível, que custa R$ 178, equivale a 8,1% da renda média.

O alto custo de vida e a elevada carga de impostos de Hong Kong e Noruega explicam o porquê de a gasolina ser tão cara. Apesar do preço do combustível, os salários nesses lugares são muito bem pagos, o que ajuda a suavizar o cenário econômico, diferentemente do Brasil. Além dos altos valores, o ranking também apontou os baixos preços, entre eles, o do Irã, que custa R$ 1,18 litro, e a Venezuela, com a gasolina mais barata do mundo, com R$ 0,03 litro.

Fique atualizado sobre tudo o que acontece no mercado do setor onshore e offshore, pelo Portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br ou www.facebook.com.br/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *