Apesar dos estoques, mercado de petróleo pode estar próximo do equilíbrio

Na terça-feira, 16 de maio, a Agência Internacional de Energia (AIE) informou, em seu relatório mensal, que o mercado do petróleo está perto do equilíbrio. Contudo, a agência alertou que ainda serão necessários inúmeros esforços, a fim de reduzir as reservas abundantes de petróleo, sobretudo, dos Estados Unidos, que deve bombear mais óleo este ano de 2017.

No documento, a AIE confirma que o equilíbrio já chegou e está evoluindo ao passo acelerado, ao menos a curto prazo. Além disso, os estoques dos países mais industrializados diminuíram em cerca de 1 milhão de barris por dia (bpd), no primeiro trimestre deste ano.

Segundo a Agência, se a Opep se comprometer a manter a redução na produção, sustentando o nível em 31,8 mbd, número atingido em abril, as reservas podem ser reduzidas e o valor da commodity valorizado. A demora para os estoques refletirem a queda da oferta, de acordo com o relatório, se deu porque o mercado ainda está absorvendo os volumes que foram produzidos antes do acordo entre o cartel e os países produtores.

Contudo, a valorização total ainda pode demorar um pouco, visto que a perspectiva é de que até o final deste ano, as reservas ainda permaneçam acima da média de cinco anos. Sobre a continuidade dos cortes, dois grandes produtores já demonstraram interesse em manter o pacto: a Rússia e Arábia Saudita, conforme noticiado anteriormente pela Panorama Offshore.

Mas, a decisão final sobre a extensão do acordo só deve ser definida no dia 25 de maio, quando acontecerá uma nova reunião entre os membros da Opep e dos países parceiros. Continuamos acompanhando detalhes sobre o mundo offshore. Mantenha-se informado sobre o mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore você também. Acesse o site da Panorama Offshore ou o Facebook.  Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta