Áreas em Campos e Santos são negociadas por US$ 1,5 bi

A Petrobras assinou na 4ª feira (24.jul.2019) contratos para venda de ativos de exploração e produção de petróleo e gás natural em águas rasas nas Bacias de Campos e Santos. De acordo com fato relevante enviado ao mercado financeiro, as negociações envolvem US$ 1,5 bilhão. Eis a íntegra.

As negociações precisam do aval da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Um dos contratos é referente à venda de 100% da participação nos Polos Pampo e Enchova, na Bacia de Campos. A Trident Energy pagará US$ 851 milhões pelo direito de explorar os 9 campos, que produzem cerca de 25,5 mil barris de óleo e gás por dia. A empresa é especializada na operação na América Latina e África.

De acordo com a Petrobras, o pagamento será feito em 2 parcelas: US$ 53,2 milhões na assinatura do contrato; e outros US$ 797,8 milhões na data de fechamento da transação. O contrato prevê ainda 1 pagamento adicional de US$ 200 milhões, a depender da variação do preço do petróleo no mercado internacional.

A Petrobras também fechou a venda do campo de Baúna para a Karoon Petróleo & Gás por US$ 665 milhões. O campo, localizado na Bacia de Santos, produz cerca de 20 mil barris de óleo por dia. A empresa pagou US$ 49,9 milhões nesta 4ª feira para a Petrobras. Os demais US$ 615,1 milhões serão pagos no fechamento da transação.

A Karoon é uma companhia internacional de exploração de óleo e gás, baseada na Austrália e listada na Australian Securities Exchange, com projetos na Austrália, Brasil e Peru.

Saiba sobre os principais assuntos que envolvem os setores de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore, offshore e tecnologias, através do portal da Panorama Offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

8 comentários em “Áreas em Campos e Santos são negociadas por US$ 1,5 bi

Deixe uma resposta