Argentina irá revisar tarifa de gás e energia

Na última terça-feira (17), o governo argentino anunciou, por meio do ministro da Economia, Martín Guzmán, novas medidas de tributação que irão abranger ativos financeiros no exterior, aplicação de imposto de 30% na compra de moedas estrangeiras, além de intervenção e revisão em órgãos reguladores de energia e gás.

De acordo com o projeto de lei, o Executivo deve renegociar a revisão da atual tarifa ou ainda, iniciar uma revisão em caráter extraordinário. Dessa forma, o governo quer “reduzir a carga tarifária real sobre lares e empresas já em 2020”.

Em entrevista, o presidente Alberto Fernández afirmou que “não vamos aumentar tarifas e vamos acabar com a dolarização”. O novo projeto declara emergência econômico-social e estende taxa sobre compras no exterior a consumo em dólar no país. A previsão é que as tarifas fiquem congeladas por seis meses.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta