Assinatura de contrato para importação de gás natural deve atrasar

A assinatura de um contrato de importação de gás natural da Bolívia para o estado do Mato Grosso, que aconteceria nesta quinta-feira (27), foi adiada. O acordo é entre o governo mato-grossense e a Companhia de Gás e a Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB).

A previsão é de que a assinatura ocorra no próximo dia 1º de junho. O contrato já havia sido assinado em 2019 pelo governo estadual, com o fornecimento de 1,5 milhão de metros cúbicos de gás natural mensalmente pela empresa boliviana. Agora, o contrato tem duração de 5 anos e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

O motivo do adiamento foi porque a comitiva, composta por três secretários estaduais e outros diretores pode ficar “presa” no país até a constatação de que não estão com Covid-19.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta