Aumento faz gás de cozinha custar mais de 10% do salário mínimo

Neste mês de novembro, o preço do botijão de gás aumentou novamente chegando a R$ 69,75, um aumento de 8,5% referente ao valor cobrado no início do mês. A elevação do valor é decorrente da cobrança de 30% da Petrobras para os revendedores, e repassada aos consumidores. Na Zona Leste de São Paulo, o botijão atingiu o valor de R$ 97.

Numa comparação é possível perceber o que o custo de vida ficou mais alto, podendo faltar verba para suprir as necessidades básicas como alimentação, educação e saúde, visto que o barril de petróleo está a US$ 68,02, enquanto o gás natural (botijão) em torno de US$ 25,79 e o salário mínimo do trabalhador brasileiro em dólar corresponde à média de US$ 253 por mês.

Então, o cidadão trabalha um mês para ganhar o equivalente a 10 botijões de gás, ou seja, o valor de um é referente a 10% do salário mínimo que atualmente é de apenas R$ 954.

Acompanhe as notícias da Panorama Offshore sobre petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *