Bacia do Rovuma, no Moçambique, deve começar exportação de gás em 2022

Em entrevista a agência Lusa, o presidente do Instituto Nacional de Petróleo (INP) do Moçambique, Carlos Zacarias, informou que entre 2022 e 2023, o país deve começar a exportar o gás natural da Bacia do Rovuma. De acordo com o Zacarias, após uma decisão final de investimento deverá haver um período de quatro a cinco anos para implementação do projeto.

Com o início da exportação, o Moçambique, juntamente com a Austrália e o Qatar, conseguiram alcançar pódios promissores, visto que o país tem reservas de pelo menos 160 trilhões de pés cúbicos de gás natural. Tanto o consórcio da Área 1 que é liderado pela norte-americana Anadarko, como o consórcio liderado pela italiana ENI, que opera a Área 4, integrado pela portuguesa Galp, identificaram grandes quantidades de gás nas áreas.

Que mais informações? Continue acompanhando o portal Panorama Offshore tenha sempre notícias de qualidade sobre o mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta