Barris de petróleo são estocados em portos chineses

Navios cargueiros continuam a levar petróleo do Irã para a China, mesmo após sanção que impede comercialização com o país iraniano (devido a tensões políticas no Estreito de Ormuz). Os tonéis do óleo ficam estocados nos portos chineses junto a alfandega, que ainda não encontrou nenhum problema, devido ao fato de que a maioria dos barris ainda estão sob responsabilidade e propriedade do Teerã.

Segundo levantamento do rastreamento de navios, a China recebeu cerca de 12 toneladas de petróleo de janeiro a maio deste ano, e, de acordo com dados de rastreamento da Bloomberg (agência de notícias), atualmente 10 embarcações grandes e outras 2 menores se originam do Irã para o país.

Caso refinarias chinesas decidam utilizar o combustível estocado nos portos, possivelmente as cotações globais podem ser impulsionadas para baixo, mesmo com os cortes de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e aliados. E, enquanto isso, o Irã continua produzindo e estocando petróleo mais perto de possíveis compradores.

Fique por dentro dos principais assuntos que envolvem os setores de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, onshore, offshore e tecnologias, através do portal da Panorama Offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

7 comentários em “Barris de petróleo são estocados em portos chineses

Deixe uma resposta