Bolsonaro defende venda direta de combustíveis

Nesta quarta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro defendeu novamente a venda direta de etanol das usinas para os postos de combustíveis e disse, inclusive, que está debatendo a possibilidade de revogação da norma da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que proíbe a ação.

Bolsonaro afirmou que está em contato com Rodrigo Maia, presidente da Câmara, para tratar da revogação dessas normas e além disso, destacou o trabalho de agências reguladoras afirmando que elas “são importantes e autônomas porém não são soberanas”.

“Não é apenas a venda direta de etanol para o posto de combustível, é de outros derivados também. Nós importamos óleo diesel, gasolina, por que não do porto ir diretamente para o posto de gasolina? Por que tem que viajar centenas de quilômetros? ”, questionou o presidente, que irá se reunir com ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para debater o assunto, nesta quarta-feira.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Bolsonaro defende venda direta de combustíveis

Deixe uma resposta