Brasil arrecada R$ 34 bilhões com royalties de petróleo

A arrecadação de royalties de petróleo cresceu 62% no ano. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com as participações especiais de incidentes e a arrecadação dos royalties, a produção de petróleo e gás acumulou de janeiro até agosto de 2018 cerca de 62% comparado aos mesmos dados registrados no ano passado.

Nos primeiros oito meses do ano foram recolhidos por volta de R$ 34 bilhões, já em 2017 a receita foi de aproximadamente R$ 30 bilhões. Para o professor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e ex-diretor da ANP, Hélder Queiroz, o crescimento é surpreendente cabido pelo aumento do preço internacional do petróleo e a valorização do dólar, mas que a administração pública deve ter cuidado.

As participações especiais somam R$ 20,7 bilhões, em torno de 82 % maior comparado ao ano anterior. O crescimento se deve a vinda de novos projetos de pré-sal concentrados no País. Essas condições ajudam nivelar a queda de 1,3% na produção deste ano. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, o nível deve chegar a 1 bilhão de barris, 4% a mais que em 2017. A esperança é que continue crescendo até o final de 2018.

Acompanhe tudo sobre o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, gasolina, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br. www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *