Brasilcom visa adiar venda de refinarias da Petrobras

A Associação das Distribuidoras de Combustíveis (Brasilcom) propôs ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão fiscalizador de abusos do poder econômico, a suspensão temporária da venda das refinarias da Petrobras, segundo informações da Reuters. A petroleira está em processo avançado de negociação de algumas refinarias, como a Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, que está sendo negociada com o fundo soberano Mubadala, de Abu Dhabi. A venda das refinarias faz parte do programa de desenvestimento da estatal, movimento para focar na produção do petróleo do pré-sal.

A Brasilcom representa 46 distribuidoras de combustíveis brasileiras, mas entre elas não estão as gigantes do mercado. Segundo a associação, nesse processo de venda são necessárias medidas que garantam uma concorrência saudável.

A proposta prevê que o Cade estabeleça regras de transição para que o processo de vendas seja retomado, protegendo o mercado de distribuição.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta