Britânicos acreditam em colapso do petróleo

Conforme a Panorama Offshore vem noticiando, o mercado offshore e de petróleo tem passando por momentos positivos neste início de ano. Ao que parece, o acordo que visa reduzir a produção do óleo entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), bem como países produtores de fora do cartel, tem dado uma injeção de valorização no preço do produto logo nos primeiros meses de 2017.

Esse resultado pode nos levar a constatar que, se o petróleo mundial continuar seguindo por este mesmo caminho, logo ele voltará aos seus tempos de glória, fortalecendo a economia dos países produtores e abastecendo os que dependem do combustível. Certo? Não segundo os pesquisadores do Imperial College e da Carbon Tracker, na Inglaterra.

Segundo um estudo britânico, a partir de 2020, a demanda global por petróleo e carvão mineral pode parar de crescer, e em seguida começar a cair. A pesquisa, realizada em parceria com o instituto de tecnologias limpas, a Carbon Tracker, avalia que haverá uma queda no custo de energias renováveis, o que deve inviabilizar os investimentos em combustíveis fósseis e acelerar uma transição para uma economia limpa.

Mas será mesmo que o petróleo pode entrar em colapso ou essa é apenas mais uma das inúmeras teorias conspiratórias? Apesar da crescente, o óleo permanece preso em uma faixa de preços já conhecida, sendo negociado em faixa entre US$ 50 e US$ 55 dólares desde dezembro de 2016.

Contudo, já nos primeiros dias do ano, países da Opep e não membros como a Rússia mostraram comprometimento com o tratado. Dados divulgados em janeiro revelaram que o cartel bombeou 32,14 milhões de barris por dia, o que representou uma queda de 890,2 mil bpd e uma redução de 90% do que foi acordado, um forte início. O que nos resta agora é esperar o andamento desse processo, para que somente assim, possamos começar a tirar conclusões.

Deseja mais detalhes sobre o mundo offshore? Continue interagindo com o Panorama, o portal é a ferramenta ideal para os que precisam e buscam informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás e offshore. Não esqueça: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta