Caixa apura prejuízo de projeto da Sete Brasil

Por recomendação da Controladoria Geral da União (CGU), a Caixa Econômica Federal deve apurar quem foram os responsáveis por perdas estimadas em US$ 798 milhões no Fundo de Garantia para a Construção Naval (FGCN), com o projeto de construção de sondas para pré-sal da Sete Brasil, para a Petrobras.

O site Epbr teve acesso ao Relatório da CGU e este indicou má gestão no FGCN e um prejuízo causado também por estaleiros.

Tudo isso porque grande parte dos projetos da Sete Brasil não conseguiu financiamento e as garantias dadas pelo FGCN foram executadas pelos credores da empresa. Isso ocorreu também com os estaleiros Enseada e Ecovix, que construiriam sondas para a Sete Brasil e pegaram garantias com o fundo para a construção de suas plantas industriais.

As dívidas assumidas com 29 empresas subsidiárias da Sete Brasil totalizaram US$ 1,25 bilhão, ou 45% do total. Com o fracasso do projeto, o FGCN perdeu parte do valor restando a dívida de US$ 798 milhões. 

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta