Câmara aprova MP que permite privatização da Eletrobras

A Câmara dos Deputados aprovou na noite da última quinta-feira (19), a Medida Provisória 1031/21, que permite a privatização da Eletrobras. A empresa, que é vinculada ao Ministério de Minas e Energia, responde por 30% da energia gerada no Brasil e, atualmente, é a empresa que pratica os menores preços do mercado de geração de energia.

A MP agora segue para o Senado, que deve analisá-la em breve. Vale lembrar que a MP perde a validade em 22 de junho. É importante ressaltar que, de acordo com alguns parlamentares de oposição, a venda da Eletrobras pode trazer um aumento nas contas de luz.

Esse modelo de desestatização prevê a emissão de novas ações da Eletrobras, que serão vendidas no mercado sem a participação da empresa, o que resultará perda do controle acionário de voto mantido atualmente pela União.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta