Cebri debate futuro do petróleo frente à pandemia

Na última semana, aconteceu um debate promovido pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri) sobre o futuro do setor petrolífero em meio à pandemia de coronavírus. Estiveram presentes o ex-diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, e Jorge Camargo, ex-presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP).

No momento, as principais avaliações giraram em torno de como a crise gerada pela pandemia atrasará a abertura do mercado de gás e impedir a concorrência no setor de refino.

“A crise vai afetar todas as conquistas. Por isso, o desafio é não retroceder na regulação. Não podemos perder as conquistas. Haverá também um recuo dos investimentos em energia renovável, com o petróleo mais barato”, afirmou Oddone.

“O setor vai sofrer. A abertura do mercado de gás e do refino vai ser difícil neste momento. É o que se vai pagar pela crise” disse Camargo.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta