China é líder no ranking de países que investem em energia solar

Em constante crescimento, a alternativa que gera energia através do calor e luz solar, é dividida em fotovoltaica (gera energia elétrica) e térmica (gera energia térmica e é principalmente usada no aquecimento de água). De acordo com a Nature Energy, a China que representa cerca de 26% das instalações de energia solar mundial, é o maior consumidor de energia solar fotovoltaica, tipo mais indicado por não precisar de um ambiente com alta radiação para ser executado.

O país, além de ser o maior fabricante de painéis solares e possuir a maior usina do mundo (localizado no deserto de Tengger), prometeu utilizar 35% de combustíveis não fósseis em sua matriz elétrica a fim de colaborar com a diminuição do comprometimento ambiental. Entre as principais empresas do ramo estão Suntech e Yingli. O setor de energia solar vem crescendo e facilmente encontramos alguma empresa que ofereça o serviço. Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o setor de energia tem potencial para gerar 147 mil novos empregos esse ano.

Essa fonte renovável e não poluente tem seus custos cada vez menores, principalmente se pensarmos em economia a longo prazo, o que a torna ainda mais atrativa para o consumidor. O seu uso também é benéfico para quem está buscando diminuir o uso do carvão, de forma que contribua para diminuir a poluição do ar. Outro benefício é que qualquer casa “no meio do nada” é capaz de receber essa energia desde que receba luz solar.

Fique por dentro do que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, tecnologias, Petrobras e offshore e onshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta