China pode alavancar exportações da Petrobras em até 30%

A Petrobras prevê um aumento de 30% nas exportações de petróleo este ano de 2017 e o destino principal do óleo é o maior país da Ásia Oriental, a China. Somente no primeiro trimestre de 2017, 56% das exportações da estatal brasileira foram para os chineses.

E ao que parece, os números podem ficar ainda melhores. Se este ano o total de exportações esperado é de 503 mil barris dia, para 2021, a expectativa da empresa é atingir 742 mil barris diários de embarques para o exterior, sobretudo para Ásia.

De acordo com o gerente-executivo de comercialização e marketing da companhia, Guilherme França, a China tem aumentado suas importações e vai intensificar ainda mais a compra do petróleo da Bacia do Atlântico.

A petrolífera nacional prevê ainda que com o aumento da produção do pré-sal, a expectativa é que cada vez mais sejam exportados petróleos do tipo médio, e que reduza a parcela de óleo pesado no mix de produtos vendidos para o exterior. A participação do óleo médio nas exportações deve subir de 62%, número do primeiro trimestre deste ano, para 76% em 2021.

Continue mantendo-se informado sobre o mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore você também. Acesse o site da Panorama Offshore ou o Facebook.  Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta