China reduz meta de crescimento e petróleo declina

Nesta sexta-feira (22), no Congresso Nacional do Povo, a China reduziu sua meta oficial de crescimento do PIB para este ano, pela primeira vez em 30 anos. O estrategista-chefe de mercado global da AxiCorp,  Stephen Innes, informou à Reuters que a redução “pode ​​ser interpretado como um foco menor no investimento em infraestrutura e pode ser visto como negativo para o petróleo”.

Dessa forma, os preços da commodity caíam na manhã de hoje, pressionados pelas preocupações de uma desaceleração econômica prolongada na China, bem como pelo aumento da probabilidade de uma guerra comercial.

Às 12h10 (horário de Brasília), os contratos futuros do petróleo dos EUA eram negociados em baixa de 3,4%, a US$ 32,77 por barril. O contrato de referência internacional Brent caía 4,3%, para US$ 34,49.

 “O mercado de commodities, em geral, estava procurando por um impulso em infraestrutura maior do Congresso Nacional do Povo, então é provável que haja um elemento de decepção”, disse Innes. 

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “China reduz meta de crescimento e petróleo declina

Deixe uma resposta