Com demissão de Moro, ações da Petrobras despencam

O agora ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, anunciou sua demissão do cargo no Ministério da Justiça hoje (24), há alguns minutos atrás.  Com isso, ações de diversas empresas públicas despencaram no mercado, dentre elas, a Petrobras.

Por volta de 12h28, horário de Brasília, as ações da Petrobras caíam em 8,26%. Além da petroleira, outras estatais como o Banco do Brasil e a Eletrobras registram queda em suas ações.

Moro era considerado um dos pilares do governo de Jair Bolsonaro, junto ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General Heleno. O ex-ministro também fez acusações fortes contra o governo Bolsonaro, como a menção de que Bolsonaro queria um contato da Polícia Federal para fornecer informações sigilosas. Além disso, mencionou que em governos anteriores, a Polícia Federal tinha autonomia para trabalhar sem a interferência da presidência.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta