Coronavírus pode atrasar a entrega de plataformas

A Petrobras pode deixar de receber até US$ 10 milhões por dia, devido a crise do coronavírus. Especialistas dizem que essa perda seria causada pelos atrasos na entrega de plataformas, visto que a estatal encomendou sete embarcações a estaleiros da Ásia, principalmente na China, Cingapura e Coreia do Sul, os três países mais afetados pela epidemia até agora. 

A assessoria de imprensa da empresa afirmou que “as informações existentes até o momento sobre os impactos do coronavírus na economia mundial não permitem que sejam feitas projeções seguras sobre as consequências para as operações da companhia”. Carlos Maurício Ribeiro, sócio do Vieira Rezende Advogados, informou, ainda, que as consequências nos projetos da estatal vão depender da extensão da crise e da sua difusão pelo mundo.

A fila de plataformas que foi planejada para os próximos quatro anos ajudaria a empresa a avançar rapidamente no pré-sal. Para o ano que vem é esperada a entrega de duas unidades que já estão na reta final da construção. Essas, consequentemente, devem ser as mais afetadas e têm mais chance de atrasar.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta