Coronavírus: refinarias chinesas reduzem produção

A maior empresa de refino da Ásia, a Sinopec, está cortando o processamento de petróleo neste mês em cerca de 12%. Isso se deve a expectativa que assombra o mercado petrolífero de que o coronavírus causará um grande impacto na demanda por combustível e sua distribuição.

Segundo a Reuters, fontes informaram que empresa cedeu para as refinarias diferentes metas de cortes com base na demanda local por combustíveis e na logística. Além disso, a Sinopec está cortando o processamento em cerca de 600 mil barris por dia (bpd), enquanto outras importantes refinarias independentes reduziram as operações para de 30% a 50% abaixo de suas capacidades.

“A companhia está monitorando de perto das mudanças na situação do mercado e otimizará as taxas operativas e o mix de produção com base na demanda do mercado”, disse a estatal. O diretor da consultoria SIA Energy, focada em China, Seng Yick Tee, também comentou que os cortes nas refinarias podem levar os países produtores liderados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) a avaliar a prorrogação ou ampliação de cortes de produção.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Coronavírus: refinarias chinesas reduzem produção

Deixe uma resposta