Coteq pretende discutir avanços de pesquisas de ENDs

Considerada um dos principais eventos da indústria brasileira, a Conferência sobre Tecnologia de Equipamentos (Coteq) vem se consolidando como renomado espaço de discussões e avanços de pesquisas relacionadas aos segmentos de Ensaios Não Destrutivos (ENDs), Inspeção, Integridade de Equipamentos, Corrosão e Pintura, Análise Experimental de Tensões e Comportamento Mecânico dos Materiais.

Programado para os dias de 15 a 18 de maio, no Rio de Janeiro, o encontro deverá reunir pelo menos 1,5 mil pessoas, entre acadêmicos, pesquisadores, engenheiros, técnicos e representantes de empresas em geral.

O leque de discussões inclui 250 apresentações técnicas, painéis de debates, poster section, mesas-redondas, palestras especiais e conferências. Tudo dividido em eventos congregados à Coteq. Confira:

• Congresso Nacional de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção (Conaend). Abendi
• Conferência Internacional sobre Evaluación de Integridad y Extensión de Vida de Equipos Industriales (IEV). Promai
• Congresso Brasileiro de Corrosão (Conbrascorr). Abraco
• Seminário de Inspeção de Equipamentos (Seminsp). IBP
• Simpósio de Análise Experimental de Tensões (SAET). ABCM
• Simpósio Brasileiro de Tubulações e Vasos de Pressão – Estruturas e Termo hidráulica (SIBRAT). ABCM
• Exposição de Tecnologia de Equipamentos para Corrosão & Pintura, END e Inspeção de Equipamentos (Expoequip).

De forma geral, a Coteq 2017 promove uma oportunidade ímpar de atualização técnica e realização de negócios. Mais informações: www.coteq.org.br.

Sobre a Abendi – Voltada à difusão das atividades de Inspeção e Ensaios Não Destrutivos (ENDs), preservando a vida e o meio ambiente, a Abendi mantém parcerias com entidades e empresas para disseminar o uso de ENDs, técnicas indispensáveis na inspeção de materiais e equipamentos sem danificá-los, sendo executadas nas etapas de fabricação, construção, montagem e manutenção.

A Abendi também é acreditada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, como Organismo de Certificação de Pessoal – OPC-002, conforme a Norma ISO 17024, para a qualificação e certificação de pessoal em END, baseada nos critérios da Norma ISO 9712.

Credenciada, desde 2003, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) como Organismo de Normalização Setorial (ONS-58), para a elaboração de normas de END; e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) como instituição de Pesquisa & Desenvolvimento P&D, nas áreas de interesse da indústria petrolífera e também é acreditada pela ANP desde 2013 como Certificadora de Conteúdo Local.

A associação ainda é reconhecida como Entidade Tecnológica Setorial (ETS), pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, para a gestão tecnológica na área de END. Desde 2006, é qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), pelo Ministério da Justiça, que possibilita receber doações de empresas, dedutíveis do lucro operacional; desenvolver projetos do interesse do setor público; ações de formação e capacitação de pessoas; e a chance de receber bens apreendidos, abandonados ou disponíveis, administrados pela secretaria da Receita Federal.

Além disso, também possui acordos e convênios de cooperação técnica com instituições brasileiras e internacionais, como o BAM – Instituto de Materiais da Alemanha.

Alexandra Alves
Tel: (011) 5586-3170 / 98300-4837
alexandraalves@abendi.org.br



Deixe uma resposta