Covid-19 se espalha em plataformas no Brasil

O Brasil tornou-se o segundo país com mais casos de Covid-19, depois dos EUA. Porém, no número de casos de contaminação em plataformas, a ANP registrou 544 casos de infecção ativa até quinta-feira passada (21) entre trabalhadores que acessaram plataformas ou unidades offshore no país. Já nos Estados Unidos, uma associação do setor disse ter registrado apenas 99 casos de coronavírus entre trabalhadores em alto-mar, segundo dados compartilhados com a Reuters.

Fontes informaram à Reuters, que pelo menos cinco grandes companhias de petróleo e gás registraram casos da Covid-19 em alguma de suas unidades offshore no Brasil. A Shell e a Enauta tiveram um caso cada. Por outro lado, a Equinor registrou cerca de 60 casos até a semana passada, principalmente no campo de Peregrino, segundo uma fonte com conhecimento direto de dados da ANP e uma fonte com conhecimento das operações da empresa. Já a Perenco registrou, aproximadamente, 40 infecções em seu campo de Pargo, de acordo com uma fonte do governo e uma fonte familiarizada com as atividades da companhia.

A estatal Petrobras já registrou mais de 300 casos entre trabalhadores, incluindo terceirizados, segundo a fonte do governo. Porém, a companhia, que reconheceu infecções, disse na última sexta-feira (22), que o número de casos ativos caiu para 181, de 243 anteriormente. O número não inclui recuperados e nem terceirizados. 

As companhias afirmaram que estão adotando medidas de segurança para conter os casos.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Covid-19 se espalha em plataformas no Brasil

Deixe uma resposta