Covid: Petrobras tem o dobro da taxa média brasileira

Segundo estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), baseado em dados divulgados pelo Ministério de Minas e Energia (MME), a taxa de contaminação entre os trabalhadores da Petrobras é o dobro da média brasileira. Na estatal, o número é de 4.448,9 casos a cada 100 mil, contra 2.067,9 casos por 100 mil na média brasileira. Dados do MME também mostram que a petroleira teve 2.065 casos de Covid-19 entre seus 46.416 empregados efetivos.

A Petrobras argumenta que a alta taxa se deve ao elevado número de testes, que identifica também pessoas assintomáticas. A companhia fez cerca de 1700 testes para cada 1000 funcionários, volume maior que a média do Brasil e países como Inglaterra e Estados Unidos. A estatal também diz que adotou diversas medidas preventivas, como uso de máscaras e adoção do home office.

O estudo da Fiocruz também ressalta que a petroleira não tem emitido documento de Comunicação de Acidente de Trabalho (CATs) aos trabalhadores contaminados, o que deveria ser feito. A Federação Única dos Petroleiros (FUP) corrobora com as acusações.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta