Crise: Coronavírus e petróleo aumentam tensão mundial

A disseminação do coronavírus somada a disputa do preço do petróleo gerou uma grande tensão mundial e aumentou as chances de uma recessão global. Para especialistas, embora a disputa pelo preço do petróleo entre a Arábia Saudita e a Rússia tenha agravado a crise global, o novo agente do coronavírus, o covid-19, descoberto em dezembro do ano passado, terá um impacto muito maior sobre o cenário econômico internacional. 

“O impasse entre russos e sauditas é pontual”, afirmou Vitoria Saddi, professora da Insper a revista Valor Econômico. Por outro lado, na última semana, a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou uma pandemia do vírus, o significa que a transmissão recorrente está ocorrendo em várias partes do mundo e de forma simultânea. 

Porém, apesar de ser considerada um elemento menos preocupante, a disputa pelo preço da commodity entre a Arábia Saudita e a Rússia também é um fator de instabilidade e tanto. A Petrobras, por exemplo, perdeu R$ 91 bilhões em valor de mercado em um único dia. 

Além disso, o setor já se encontrava tumultuado desde quando a Saudi Aramco, anunciou um aumento da produção de petróleo e redução de preços, após a Rússia vetar um acordo para diminuir a oferta do produto por parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+).

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Crise: Coronavírus e petróleo aumentam tensão mundial

Deixe uma resposta