Crise hídrica apresenta significativa piora

Em assembleia extraordinária nesta última terça-feira (24), o CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico), afirmou que as condições hídricas do país tiveram uma “relevante piora”, se fazendo necessário adotar novas medidas, além de manter as que estão em exercício.

Em reunião, foram propostas algumas medidas sugeridas pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) e consideradas pelo Comitê, entre elas estão a flexibilização temporária da regra de operação do Rio São Francisco e o uso dos estoques hídricos armazenados. O tema aguarda parecer da (espaço extra) CREG (Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética), que realiza reunião hoje (25).

Ainda em busca de alternativas para criar soluções que possam amenizar ou frear a pior crise hídrica dos últimos 91 anos, pesquisadores do SGB (Serviço Geológico do Brasil) indicaram que as águas subterrâneas poderiam auxiliar no problema de agravamento de crise nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Ainda de acordo com os pesquisadores, os resultados foram animadores.

Fique por dentro do que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, tecnologias, Petrobras e offshore e onshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta