Definição de desestatização da Eletrobras deve sair em junho

A Eletrobras está cada vez mais perto da desestatização. Segundo declarações do presidente da companhia, Wilson Ferreira Jr., os estudos sobre o processo de venda da estatal devem ser finalizados até junho, quando definirão se a maior companhia de energia elétrica da América Latina será privatizada ou capitalizada.

“Abriu um período de avaliação dessas alternativas. Estamos aprofundando estudos e em junho devemos ter conclusão. Se vamos para capitalização olhando para eliminação do risco hidrológico, ou se vamos para um programa de venda da empresa”, disse Ferreira Jr., durante o 5º Fórum Anual de Corporates Brasil 2019 promovido pela agência de classificação de risco de crédito Fitch Ratings, em São Paulo.

Se a decisão sair no prazo previsto, a estimativa é de que a Eletrobras passe para a iniciativa privada ainda este ano ou no início de 2020, segundo informações do presidente. Durante pronunciamento, Ferreira Jr. se mostrou favorável ao processo de capitalização como forma de fortalecer a estatal e fazer frente a investimentos necessários no setor.

O presidente da Eletrobras comentou ainda sobre a venda de 40 SPE (Sociedades de Propósito Específico) das quais a companhia é sócia. A relação dessas empresas deve sair em maio. A venda deve ser realizada ainda no primeiro semestre deste ano. O executivo falou ainda sobre as obras das usinas hidrelétricas da estatal, como Jirau, Santo Antônio e Belo Monte, que terminam este ano. A expectativa é de que a conclusão das obras impulsione a recuperação econômica da empresa.

Acesse o portal da Panorama Offshore e fique atualizado sobre as principais notícias dos setores de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br e nos siga na rede social www.facebook.com/panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Definição de desestatização da Eletrobras deve sair em junho

Deixe uma resposta