Delta nega responsabilidade por desastre

Diante das acusações que apontaram o navio Bouboulina como o principal suspeito pelo derramamento de óleo nas praias do Nordeste, a Delta Tankers se pronunciou, na última segunda-feira (4), e negou qualquer responsabilidade pelo desastre. A empresa da Grécia afirmou que o navio cumpriu, sem incidentes, o transporte de óleo venezuelano para a Malásia.

“Não há nenhuma prova de que o barco parou, realizou nenhum tipo de operação STS, sofrera algum escape, freara ou desviara de sua rota, da Venezuela até Malaca, na Malásia”, informou a empresa ao jornal O Globo.

As investigações estão sendo conduzidas pela Polícia Federal e pela Marinha, mas a descoberta da mancha original coube a uma empresa privada. O governo pediu a pediu a colaboração de cinco países para prosseguir na investigação.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta