Demanda de óleo crescerá até 2035, aponta pesquisa

A demanda global por petróleo atingirá o pico em 2035, e a China, juntamente com outros países asiáticos, está liderando o crescimento da demanda, disse uma empresa de consultoria da indústria de petróleo dos EUA na segunda-feira.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Wood Mackenzie, uma consultoria da indústria de petróleo baseada em Houston, China, Índia, Japão, Singapura e Coreia do Sul, são os cinco principais importadores de petróleo da Ásia. A demanda total por petróleo desses países aumentou em 2,5% em 2018, indo para 25,9 milhões de barris por dia, enquanto a China e a Índia “foram responsáveis pela maior parte do crescimento”.

O timing do pico de demanda de petróleo impactará os investimentos em infraestrutura e as compras de navios, plataformas de petróleo e também um considerável impacto econômico global, disse a pesquisa.

Outro relatório divulgado esta semana pelo banco de investimentos Morgan Stanley, com sede em Nova York, também confirma que o crescimento continuará globalmente para a indústria do petróleo. O banco de Wall Street indicou que os gastos de capital em todo o mundo na indústria petrolífera continuarão a se expandir nos próximos anos.

“Os gastos, embora ainda sejam uma fração dos níveis anteriores a 2014, devem crescer cerca de 6 por cento na CAGR (taxa de crescimento anual combinada) até 2022”, disse o banco de investimentos.

Fonte: Xinhua

Mantenha-se informado sobre as principais notícias de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

3 comentários em “Demanda de óleo crescerá até 2035, aponta pesquisa

Deixe uma resposta