Disputa global ameaça o reinado da OPEP

Diante de um cenário global de disputas comerciais, a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e um grupo de produtores do Oriente Médio estão tentando reverter a queda dos preços de óleo. Porém, a execução desse planejamento está levantando dúvida sobre a real influência da Organização no setor offshore e seu comércio mundial.

Enquanto a participação da OPEP no mercado global de petróleo vem decaindo com um valor muito abaixo do esperado, os Estados Unidos têm intensificado a produção de óleo ameaçando o reinado da Organização, produzindo mais do que o dobro na última década para se tornar o maior produtor mundial do combustível.

Segundo o canal CNBC “a indústria de xisto dos EUA expandiu-se com tanta rapidez que ameaça sobrecarregar os esforços liderados pela OPEP para mitigar as preocupações com a demanda, inundando o mercado global de petróleo”.

Para poderem articular novas medidas e analisarem a estabilização dos mercados de petróleo, a OPEP e a OPEP + se reunirão na próxima semana, no dia 12, em Abu Dhabi. De acordo com analistas do banco RBC Capital Markets, “o desafio da Organização será a demonstração de que ainda tem a capacidade de alterar a dinâmica direcional do petróleo em um mercado consumido por preocupações com a guerra comercial”.

Fique por dentro das últimas notícias dos mercados de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, tecnologia, onshore e offshore, através do portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta