Ecopetrol compra 30% de Gato do Mato

Na última segunda-feira (21), a Shell anunciou a venda de 30% da sua participação no projeto de Gato do Mato, que engloba os blocos exploratórios BM-S-54 e Sul de Gato do Mato, na Bacia de Santos, para a Ecopetrol.

A empresa recebeu do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), este ano, licenças para a perfuração de até dois poços exploratórios na região e para aquisição de dados sísmicos 3D na área dos blocos BM-S-54 e Sul de Gato do Mato.

Além disso, lançou, recentemente, uma licitação para o afretamento de um FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e/ou gás natural) na área de Gato do Mato, que deve começar a produzir no terceiro trimestre de 2023 um navio-plataforma com capacidade para 90 mil barris por dia de petróleo e 8,5 milhões de m3 por dia de gás natural.

Por enquanto, a Shell ainda atua no projeto com 50% de participação e tem a francesa Total como sócia, com 20%. A operação ainda precisa ser aprovada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta