Eletrobras adia venda da Amazonas Energia

Na terça-feira, 23 de outubro, a Eletrobras anunciou o adiamento do leilão da Amazonas Energia para o dia 27 de novembro, e assim possibilitar aos possíveis compradores tempo para adequar as propostas. A privatização da estatal estava prevista para acontecer na quinta-feira, dia 25 de outubro.

Na semana anterior, o senado havia negado o projeto de lei que levaria a distribuidora a leilão, mas a Elebrobras juntamente com o Ministério de Minas e Energia optaram por dar continuidade ao processo de privatização.

Segundo a companhia o motivo para adiar a venda da Amazonas Energia seria o fato da dívida que a ela tem com a Petrobras. A Eletrobras deve à petroleira cerca de R$ 17 bilhões relacionados ao fornecimento de óleo combustível e gás natural para produção de energia na região Norte do Brasil.

As propostas deverão ser entregues no dia 21 de novembro, das 14h às 17h. A Eletrobras tem até o dia 31 de dezembro para vender a distribuidora amazonense, caso contrário a estatal terá suas portas fechadas e as distribuições de serviços entregues ao governo.

O adiamento parece bom para a população, pois remete a entrega do patrimônio público às mãos privadas. Mas não seria melhor que continuasse sempre pública? Não estaríamos entregando nossas riquezas a terceiros?

Acompanhe o portal da Panorama Offshore e fique por dentro de tudo que envolve o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Acesse: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta