Em relatório, ONU aponta importações ilegais da Coreia

Um relatório anual de especialistas entregue aos 15 membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), revelou que a Coreia do Norte importa cada vez mais petróleo de forma ilegal. O país “aumentou as compras, graças, em particular, aos navios de petróleo cada vez maiores com bandeiras estrangeiras e que entregam diretamente (sua carga)”, diz o texto.

Em 2017, a capital e maior cidade da Coreia, Pyongyang, foi alvo de várias séries de sanções internacionais que limitaram suas importações de petróleo e proibiram suas exportações de carvão, pesca e material têxtil, para forçá-lo a interromper seus programas de armas nucleares e balísticas.

Segundo o documento, “a Coreia do Norte continua ignorando as resoluções da ONU exportando de forma ilegal, principalmente carvão”. Além disso, o país mantém “acesso a redes bancárias internacionais em violação às resoluções da ONU, principalmente por meio de intermediários. Continua comprando moeda virtual ilegalmente e realiza ataques cibernéticos contra bancos para evitar sanções financeiras”.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

3 comentários em “Em relatório, ONU aponta importações ilegais da Coreia

Deixe uma resposta