Emirados Árabes reafirmam corte na produção de petróleo

De acordo com Suhail al-Mazrouei, ministro da Energia dos Emirados Árabes Unidos, os produtores de petróleo da Opep+ irão manter os planos de reduzir os cortes de oferta da commodity a partir de janeiro do próximo ano. A afirmação foi feita na última terça-feira (13), durante o evento Energy Intelligence Forum.

Vale lembrar que a Opep+ é um grupo formado por membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e aliados. No mais, alguns desses aliados, como a Rússia, já vêm reduzindo sua produção desde o início de 2017. A ação é vista como uma tentativa de equilibrar o mercado, apoiar os preços e reduzir estoques.

Os cortes de oferta já atingem, hoje, cerca de 7,7 milhões de barris por dia (bpd), depois de terem chegado a 9,7 milhões de bpd ainda neste ano. “(Os cortes) serão reduzidos novamente no final deste ano, à medida que caminhamos para 2021”, disse o ministro Suhail al-Mazrouei.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta