Equilíbrio de mercado do petróleo depende de empenho global

Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) informou que para o mercado do petróleo se reequilibrar novamente será necessário que haja um esforço global por parte dos produtores. A melhora da economia mundial, bem como a queda das reservas americanas devem conseguir manter a demanda.

Contudo, para manter um equilíbrio até o fim deste ano de 2017 e aumentar a estabilidade do mercado será necessário que todos os produtores de petróleo do mundo se comprometam busca pela redução da produção, assim como a organização e outros onze países, incluindo a Rússia, estão fazendo desde quando o acordo global começou, em janeiro deste ano.

A Opep acredita ainda na previsão de aumento da oferta nos países não membros até o fim de 2017 e para conseguir valorizar a commodity e oferecer prosperidade geral da economia mundial, será preciso colaboração, sobretudo dos Estados Unidos. A produção da Opep teve uma queda de 18.000 barris por dia (bpd), em abril, o que resultou em um total produzido de 31,73 milhões de barris por dia (mbpd).

Mas, a produção mundial também obteve uma redução, caindo 0,41 mbpd em um mês, a 95,81 mbpd, um nível superior aos 831.000 bpd observado um ano antes. No entanto, a alta dos preços instiga a produção de países não membros da organização, o que dificulta o equilíbrio. A Organização tem pretensões de prolongar o acordo até o fim deste ano. A decisão deve ser tomada durante reunião marcada para o dia 25 de maio, em Viena.

Continuamos acompanhando o movimento do mercado e as variações do preço do petróleo no mundo. Por isso, continue seguindo a o portal Panorama Offshore e obtenha sempre notícias de qualidade sobre o mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta