Estados Unidos podem virar os maiores produtores de petróleo até 2023

A previsão é que os Estados Unidos superem a Rússia até 2023 e se torne o maior produtor de petróleo do mundo, afirmou a AIE (Agência Internacional de Energia). Os americanos devem atingir o nível recorde de 12,1 milhões de barris por dia (bpd) em cinco anos, representando alta de 2 milhões de bqd em relação a este ano. Atualmente, os russos são líderes em produção de petróleo com cerca de 11 milhões de bpd.

Segundo a AIE, os EUA irão expandir a sua produção de petróleo e gás devido aos avanços tecnológicos, melhoria da eficiência e a frágil recuperação nos preços do petróleo. A agência prevê ainda que 6,4 milhões de barris que serão produzidos entre hoje e 2023, quase 60% virão dos EUA.

Os EUA têm produzido cada vez mais petróleo bruto com quantidade suficiente para atender a demanda doméstica por produtos refinados, como a gasolina. Dessa forma, conquistando aos poucos a sua emancipação por produção de petróleo, que antes era extremamente dependente de importações do Oriente Médio.

Além de se tornar o maior produtor de petróleo mundial, a tendência é de que o País se torne um dos maiores exportadores a nível global, até 2023. De acordo com a AIE, as exportações provavelmente passarão para 4,9 milhões de bpd.

Há expectativa de que Brasil, Canadá e Noruega também aumentem a sua produção, adicionando barris suficientes para atenderem a crescente demanda até o fim da década, juntamente com os Estados Unidos, diz a AIE.

Fique informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo e gás através do portal da Panorama Offshore com notícias sobre petróleo, gás, energia, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, gasolina, Petrobras, onshore e offshore. Seu negócio passa por aqui! Confira em: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta