Estaleiro do Rio deve começar atividades no 2o. semestre

Os profissionais do setor naval e offshore têm desde o ano passado a esperança de voltar a trabalhar na sua área, com a projeção de preencher, neste setor até 2020, 500 mil novas vagas. O Estaleiro Ilha S/A – EISA agora com novo gestor, a KPMG está negociando com credores e armadores, esperando retomar as atividades interrompidas desde o ano de 2015.

A EISA/KPMG tem portfólio de serviços previstos três navios de transporte de contêineres, uma unidade quase pronta, faltando apenas instalações e alguns testes operacionais.

Outro navio tem 70% edificado e está na carreira e o terceiro falta integrar os blocos modulares.

Segundo os gestores a Marinha do Brasil está apertando quanto à programação e certificações, mas as negociações vêm avançando. O presidente do estaleiro, Diego Salgado, afirmou que a empresa está mais bem próxima de fechar este contrato, porque do ponto de vista técnico e econômico, a EISA é a melhor opção.

Salgado ainda cita a crise na economia que diminuiu drasticamente as encomendas no setor naval, principalmente quando a Astromarítima e a Brasil Supply entraram na justiça revogando judicialmente o empreendimento.

Hoje, com a Astromarítima, as negociações têm trâmite para terminar a construção de um PSV 3.000, que se encontra na carreira. Já com a Brasil Supply, ainda há o que negociar.

O presidente da EISA diz que Brasil Supply e a Astromarítima representam cerca de 40% do capital de entrada para alavancar os serviços. Os demais contratos devem vir depois das negociações com a Log-In e a Marinha do Brasil. Esse projeto pode acarretar mais serviços como os de reparo, atracação, atividades com guindastes e armazéns.

Diego Salgado, presidente do estaleiro, acrescenta que serão chamados cerca de 1.500 profissionais incialmente tinha previsão para o segundo semestre, isto programado para o ano passado, porque há pendência judicial de recuperação.

RECUPERAÇÃO JUDICIAL – A KPMG Corporate Finance foi nomeada no processo de Recuperação Judicial das empresas EISA-ESTALEIRO ILHA S/A e EISA PETRO S/A, em substituição, conforme decisão publicada na data de 28/04/2017, por determinação judicial, nos Autos nº 0494824-53.2015.8.19.0001, 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. (http://www.kpmg.com.br/recuperacaojudicial/pdfs/eisa/2.%20%C3%BAltimo%20aditivo%20PJR.pdf.)

Mantenha-se sempre informado com notícias sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Não deixe de acessar o portal da Panorama Offshore. Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br.



Deixe uma resposta