EUA anunciam novas regras de segurança no setor P&G

Os Estados Unidos anunciaram na quinta-feira (2), um plano final para reverter as normas de segurança em perfurações de petróleo implementadas durante a gestão de Barack Obama, realizadas após a explosão da plataforma BP Deepwater Horizon ocorrida em 2010. O incidente foi o maior da história do país no setor de petróleo e gás.

Ano passado, a agência do Departamento de Segurança e Aplicações Ambientais (BSEE, na sigla em inglês) sugeriu que fossem feitas revisões à legislação de controle offshore de 2016, propondo a aplicação de monitoramento em tempo real das operações e certificações por terceiros dos dispositivos de emergência, entre outros pontos.

Agora, o governo americano busca flexibilizar as normas de segurança do setor de óleo e gás através de alterações às regras anteriores impostas por Obama, que, segundo o ponto de vista da indústria, estabeleciam encargos financeiros que prejudicavam o desenvolvimento e produção do país americano.

Desastre
A explosão da BP Deepwater Horizon (foto) aconteceu em 2010, no Golfo do México, EUA. A plataforma havia sido construída em 2001, de propriedade da Transocean e estava arrendada à British Petroleum na época. A fatalidade ocasionou na morte de 11 pessoas e representou o maior desastre ambiental da história do país americano, sendo mais de 750 milhões de litros de petróleo vazados no mar.

Fique por dentro das principais notícias da indústria nos setores de petróleo, gás, energias, onshore e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira em www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore /@panoramaoffshore



Deixe uma resposta