EUA: um quarto da produção é paralisada por furacão

O furação Sally chegou, na última terça-feira (15), na Costa do Golfo norte-americano. O fenômeno além de causar inundações com as fortes chuvas em diversos Estados, também interrompeu mais de um quarto da produção P&G dos EUA e portos fundamentais para as exportações do país foram fechados. 

De acordo com o Departamento de Interior dos EUA, quase 500 mil bpd de produção de petróleo e 28% da produção de gás natural foram interrompidas na parcela norte-americana do Golfo do México. A Phillips 66, por exemplo, fechou sua refinaria de Alliance, que processa 255.600 bpd, enquanto a Shell reduziu a produção a níveis mínimos em sua unidade de Norco, na Louisiana, que refina 227.400 bpd.

Segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA, o furacão deve causar graves inundações, nesta quarta-feira (16), do Mississippi à Flórida. Além disso, a trajetória de Sally passa pelas principais áreas de produção offshore do país, exceto algumas refinarias de grande porte da Costa do Golfo. 

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta