Exposições internacionais impulsionam tecnologias

A 7a Exposição Internacional de Tecnologia e Equipamentos de Gás Natural (CING2017) e a 17a Exposição Internacional de Equipamentos de Gasodutos e Armazenamento e Transporte de Petróleo e Gás (CIPE2017, a maior exposição de gasodutos de gás natural da Ásia) serão realizadas em simultâneo com a 17a Exposição Internacional de Petróleo e Desenvolvimento da Indústria Petroquímica e Equipamentos (cippe2017) no Novo Centro Internacional de Exposições da China, em Pequim, de 20 a 22 de março de 2017. Com uma área de 100 mil m2 e 18 pavilhões internacionais, os eventos deverão reunir 2 mil expositores, incluindo 46 empresas da categoria Fortune 500 de 65 países e regiões, e atrair 80 mil visitantes.

Os expositores de eventos anteriores englobam grandes empresas chinesas como a CNPC, Sinopec, CNOOC, Jereh e companhias estrangeiras como a Gazprom, ExxonMobil, Schlumberger e Cater Pillar. Vários protagonistas internacionais, caso da Total, Shell, BP e Qatar Petroleum, também são visitantes assíduos do evento.

Nos últimos anos, a determinação dos governos do mundo todo para reduzir o índice PM2.5 forçou muitas indústrias a abandonar o carvão como uma das principais fontes de energia. Além disso, a validação do Acordo de Paris, em 4 de novembro deste ano, certamente irá acelerar a mudança global para a energia limpa, onde o gás tem um papel dominante.

Zhao Yujian, chefe do Departamento de Oleoduto da China, comentou: “A construção de instalações de armazenamento e transmissão em regiões ricas em petróleo e gás, como Oriente Médio, Ásia Central e Rússia, está em crescimento estável. Enquanto isso, a China está avançando com a sua iniciativa ‘One Belt and One Road’, assim como diversos outros projetos, como o Banco Asiático de Investimentos em Infraestrutura, o Fundo da Silk Road e o Fundo de Desenvolvimento China-África. Com a China acelerando o seu ritmo rumo a uma sociedade moderadamente próspera, a demanda por petróleo e gás, especialmente gás natural e GNL, seguirá forte, gerando um enorme potencial de desenvolvimento para oleodutos e gasodutos e equipamentos de armazenamento”.

O consumo de gás da China atingirá 360-400 bilhões de metros cúbicos até 2020 e aumentará para 500 bilhões de metros cúbicos até 2030. Os especialistas estimam que até o final do 13o plano quinquenal (2016-2020) os oleodutos e gasodutos chineses de longa distância vão ultrapassar os 160 mil quilômetros.

Atualmente, muitos projetos de canais transfronteiriços estão em construção. O gasoduto de 4 mil quilômetros da rota leste da China-Rússia, a partir da Sibéria Oriental e passando por províncias chinesas, está planejado para 2018. O gasoduto China-Quirguistão, planejado para ter 215 quilômetros, está sendo construído como parte da rede de gasodutos da China-Ásia Central.
Diante desse cenário, CING e CIPE se aliam à cippe – a maior exposição de petróleo do mundo – para fornecer uma plataforma abrangente para expositores e compradores profissionais de empresas, governos, institutos de pesquisa e associações industriais para cooperação empresarial e troca de tecnologias de gás.

Para mais informações, acesse:
CING: http://www.cingexpo.com.cn/2017/en/
CIPE: http://www.cipe.com.cn/2017/en/

Comissão Organizadora da cippe 2017
Consulta geral
Maci, +86-10-58236588/6555
cippe@zhenweiexpo.com

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

4 comentários em “Exposições internacionais impulsionam tecnologias

Deixe uma resposta