Furacão Laura afeta produção petrolífera nos EUA

O furacão Laura se aproxima da costa dos EUA, onde deve chegar na noite desta quarta-feira (26). Laura vem ganhando força e subiu para a categoria 3 em escala de 5, com ventos chegando a 185 km/h. O fenômeno tem forte potencial destrutivo e ameaça a produção petrolífera na região. Mais de 100 plataformas de petróleo no Golfo do México foram evacuadas como medida de precaução.

A previsão é de que o furacão continue a ganhar força até atingir a categoria 4, enquanto se aproxima dos estados de Louisiana e Texas. Lá, estão localizados importantes centros de refino de petróleo: Lake Charles, na Louisiana, e Beaumont e Port Arthur, no Texas, todos perto da costa.

Com isso, a indústria vem diminuindo a produção para se preparar para o fenômeno. Segundo a Reuters, na segunda-feira (22), Laura já havia causado uma diminuição de cerca de 82% na produção, correspondente a 1,5 milhão de barris por dia (bpd) de petróleo. Esses níveis se aproximam aos de 2005, quando o furacão Katrina causou uma diminuição de 90% na produção petrolífera.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Furacão Laura afeta produção petrolífera nos EUA

Deixe uma resposta