Galp Energia pode avançar com poço de petróleo em Alentejo

A petrolífera portuguesa Galp Energia ainda pode avançar este ano com o primeiro poço exploratório de petróleo na costa alentejana, em Portugal, a cerca de 80 quilómetros de Sines, conforme informações do presidente da empresa, Carlos Gomes da Silva, quando divulgou o plano estratégico para 2017-2021. O presidente ainda afirmou que a operação será feita quando todas as condições estiverem reunidas.

Eni, empresa de petróleo da Itália, detém uma participação maioritária de 70% na parceria com a Galp (30%) para a prospecção de petróleo na costa alentejana, onde detém três concessões, denominadas Lavagante, Santola e Gamba, que abrangem uma área total de aproximadamente 9.100 quilómetros quadrados.

O furo que deverá ser realizado em Alentejo para conhecer as potencialidades do leito submarino terá uma profundidade entre os 1.200 e os 1.600 metros, com um custo estimado de um milhão de dólares por dia (sendo previsível que se prolongue por um período de 45 a 60 dias).

 



Deixe uma resposta