Gás de cozinha terá mudanças em sua regulação

A Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) revisará, em outubro deste ano, a resolução 49 sobre o uso de Gás Liquefeito de Petróleo (o gás de cozinha). A revisão das regras deverá permitir a extensão do uso do gás, que hoje não pode ser utilizado para aquecimento de piscinas, saunas, entre outros.

A justificativa para o uso do Gás Liquefeito de Petróleo em outros locais seria trazer mais competitividade ao mercado. Leia-se lucro. No entanto, hoje existe uma resolução, firmada no governo Lula, em 2005, implantada a fim de conter a inflação no preço do gás vendido em botijões de 13 quilos, com foco nos consumidores de baixa renda. A pergunta que fica é: o preço do botijão ficará mais caro com essa regulação da ANP?

Mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore, aqui na Panorama Offshore. Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br. www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta