Gasoduto é inaugurado sob olhares de Putin e Xi

Nesta segunda-feira (2), o presidente da Rússia, Vladimir Putin e o presidente chinês, Xi Jinping, supervisionaram a inauguração de um gasoduto que transportará gás natural da Sibéria ao nordeste da China. A abertura do fluxo gera um impulso econômico e político na relação dos países, visto que consolida a posição da China como maior mercado de exportação da Rússia.

Com 3 mil quilômetros de extensão, o gasoduto emerge em Heilongjiang, que faz fronteira com a Rússia, e segue para Jilin e Liaoning, o principal polo de grãos da China. A estrutura transportará gás dos campos de Chayandinskoye e Kovytka, no leste siberiano — um projeto que se espera durar três décadas e gerar 400 bilhões de dólares para os cofres estatais russos.

Por vídeo conferência, Xi disse a Putin que gasoduto recém-inaugurado é “um projeto histórico da cooperação de energia bilateral”. “Este é um acontecimento genuinamente histórico não somente para o mercado global de energia, mas acima de tudo para nós, para Rússia e China”, confirmou o presidente Putin.

Além disso, Moscou também pretende lançar dois projetos: o gasoduto submarino Nord Steam 2 para a Alemanha e o gasoduto TurkStream para a Turquia e o sul europeu.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta