Gato do Mato: Shell licencia 6 poços na região

Após fechar acordo com a Ecopetrol, para a venda de 30% de participação no projeto de Gato do Mato, a Shell iniciou o licenciamento ambiental de seis poços de desenvolvimento da produção do projeto, descoberta do bloco exploratório BM-S-54, em águas profundas da Bacia de Santos. 

A empresa tem como objetivo, a instalação de um FPSO (tipo de navio utilizado pela indústria petrolífera para a exploração, armazenamento petróleo e/ou gás natural e escoamento) com ancoragem spread mooring, na área do bloco exploratório. A unidade terá capacidade de armazenamento de 1,6 milhão de barris de petróleo e deve trabalhar na área por 25 anos.

Em julho, a Shell recebeu a licença do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) – válida até junho de 2023 – para a perfuração de dois poços exploratórios na área do bloco Sul de Gato do Mato, na Bacia de Santos, arrematado no 2o leilão do pré-sal, realizado em 2017.

Na cessão onerosa, que ocorreu na última quarta-feira (6), a Shell recebeu propostas para dois de quatro blocos, mas não fez ofertas na licitação. O CEO da empresa, André Araújo, alegou que os blocos no leilão estavam caros.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta