GNL é a melhor alternativa energética ao País

O GNL, gás natural liquefeito, aparece como melhor alternativa de energia limpa para o mercado brasileiro e empresas exploratórias e comerciais do setor de energias e petróleo. Em julho de 2016, acompanhando a evolução advinda desde a descoberta do pré-sal, o Ministério das Minas e Energia (MME) criou diretrizes para o programa “Gás para Crescer”, iniciativa para que os agentes da indústria façam aprimoramentos de normas para ter um mercado com diversidade, competitividade e contribua para o crescimento do Brasil.

De acordo com estudos do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (IBP) o mercado de gás brasileiro está iniciando um processo de transformações, com o redirecionamento estratégico da Petrobras na venda de ativos no segmento de gás natural, e também mudanças regulatórias realizadas a partir do ‘Gás para Crescer’ do MME que apontam para a liberalização do mercado.

Com a redução da participação da Petrobras no segmento de distribuição e no transporte dutoviário de gás, as propostas de alterações importantes na estrutura tributária do setor farão integração entre os setores de energia elétrica e gás natural com impacto nas regras dos leilões de geração térmica e na revisão do processo regulatório para atividades como escoamento da produção, processamento, regaseificação de GNL, transporte e comercialização do gás natural. Essas mudanças terão um grande impacto no mercado de gás, com reflexos na oferta desse energético.

No MME é apresentada que a realização regular de Rodadas de Licitação neste ano, mais a entrada em operação de novas unidades de produção daqui a seis anos, ou seja em 2024, aponta crescimento estável na geração doméstica de gás natural até o ano de 2030, disponibilizando ao mercado de 92 milhões de m³/dia no sistema totalmente integrado.

“O gás natural tem condições de movimentar toda a nossa indústria. Seu uso garante mais que segurança energética, permite percorrer o caminho da transição para uma economia menos poluente. Além disso, podemos decidir sobre qual caminho vamos escolher: mais do que combustível e energético é matéria-prima e tem importância irrefutável”, afirma Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, Presidente do Sistema FIRJAN.

Mantenha-se informado sobre tudo que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Acesse o portal Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br. www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta