Goiás terá distribuição de energia ampliada em 26%

A italiana Enel e o governo de Goiás assinaram um acordo que objetiva na melhoria de distribuição de energia no estado. O texto do documento estabelece a ampliação de 26% a capacidade da rede de distribuição de eletricidade entre os goianos até 2022. A assinatura do contrato contou com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Segundo o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), o acordo prevê que a Enel possa resolver falhas no sistema energético, que ocasionam no afastamento de investidores do mercado no estado. “Goiás agora tem a expectativa real de poder atender a demanda reprimida de energia elétrica no estado e logo a seguir, avançar também. Tudo aquilo que foi assinado será implantado dentro daquele prazo e com os investimentos necessários”, disse.

Ainda sobre os prejuízos causados ao Estado de Goiás consequentes das falhas no setor elétrico, Caiado completou: “não só dos empresários, mas também de pequenos produtores, comerciantes e do cidadão em geral”.

Entre algumas das propostas previstas no acordo, estão: aumentar em 26% a disponibilidade de energia até 2020; fazer mais 20 mil ligações rurais; contratar mais de mil eletricistas; construir 17 novas subestações de energia até 2022; e reformar e ampliar outras 130 unidades geradoras de eletricidade.

Saiba das últimas notícias dos setores de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, tecnologia, onshore e offshore, através do portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore



Deixe uma resposta